sábado, 12 de fevereiro de 2011

Minhas reportagens para o Diário de São Paulo

Prédio abandonado apavora moradores e comerciantes




Um prédio abandonado há pelo menos 25 anos, em Itaquera, Zona Leste de São Paulo, tem deixado a população apavorada.O local se transformou em lixão a céu aberto e refúgio para marginais e usuários de drogas. Além disso, comerciantes e pedestres têm sido vítimas de assaltos e furtos constantes. "Já tive minha loja arrombada e já corri atrás de bandido para tomar celular roubado de uma adolescente que passava por aqui. Mas o maior prejuízo não é o valor que me levaram e sim o meu estado psicológico. Já penso até em vender a loja e mudar de ramo", disse o comerciante Edson Martins.

Nem a igreja evangélica que fica ao lado escapou da ação dos marginais; o pastor, que não quis se identificar, relatou que moradores do prédio fizeram 'gato' na rede elétrica e furtaram os fios da igreja.

Até uma empresa de segurança que fica na mesma avenida já foi furtada. Foram levados as câmeras e refletores instalados na fachada do prédio.

O morador Diego Nunes Pontes conta que o local oferece mais perigo à noite e já presenciou vários assaltos à pedestres.
Aurélio Souza, dono de um salão de cabeleireiros localizado em frente ao prédio, também já foi vítima. Os bandidos levaram fogão, botijão, micro-ondas além de roupas do varal. A ação é sempre durante a madrugada, conforme descreve Aurélio.
"Infelizmente temos que conviver com essa cracolândia vertical não sei por quanto tempo mais", desabafou indignado outro morador Isaias Nunes Pontes. A subprefeitura foi procurada, mas ninguém se manifestou sobre o caso até agora.

Volta ao início